Os filhos verdadeiros nem sempre são de sangue, mas sim de coração. Enquanto alguns sonham em ter um filho biológico, outros apenas querem dar carinho e atenção para crianças que não tiveram sorte na vida. Os pais da menina de olhos prateados que vamos ver em seguida são um exemplo disso.

Primrose nasceu há alguns anos na China. Mas a garota não era como a maioria dos outros recém-nascidos. Seus olhos eram prateados, pois nasceu completamente cega. Os pais biológicos da menina não sabiam o que fazer e deixaram a filha em um orfanato quando ela tinha apenas alguns dias de idade.

Amor à primeira vista
Dia após dia, Primrose esperava que uma nova família cuidasse dela, mas ninguém a queria por ser diferente. Eryn e Chris Austin moram nos Estados Unidos e, até há alguns anos atrás, eles acreditavam que suas vidas eram perfeitas. Com dois filhos maravilhosos, eles não poderiam desejar nada melhor. Mas, um dia, enquanto Eryn estava navegando no Facebook, ela viu uma foto de Primrose.


Quando ela viu a imagem, a mulher soube de imediato que queria que aquela menina fosse sua filha. O processo de trazer Primrose para casa começou em janeiro de 2016. Finalmente, ela até à sua nova família nos Estados Unidos. Depois disso, o casal compartilhou um vídeo sobre a sua experiência.


“Não há nada a temer sobre a cegueira”, diz o pai, Chris, no vídeo. “Não há nada para se desculpar. Quando as pessoas descobrem que ela é cega, costumam dizer “sinto muito ouvir isso”. E eu digo: “Porquê?” “Quando se trata de adoção, há algo que puxa as cordas do coração que é muito difícil de explicar”, diz Chris.

“Algumas pessoas podem explicar isso espiritualmente, e dizer que Deus está dizendo a eles que esta é sua filha ou seu filho. Algumas pessoas simplesmente sentirão que são delas. Sabíamos desde o momento em que vimos a imagem dela que ela era nossa filha”.

Assista a uma entrevista desta família especial abaixo. (Para legendas em português, siga os seguintes passos: Definições > Legendas > Inglês > Legendas > Traduzir automaticamente > Português).

A família não está no seu ADN, está no seu coração. Compartilhe se concorda!

Compartilhe com seus amigos!