Nosso país e nossa cultura ainda possuem problemas incontáveis, e estamos longe de viver em um paraíso. No entanto, não podemos fechar os olhos para outros lugares do mundo, também. Infelizmente, ainda existem lugares com estilos de vida que propiciam o sofrimento alheio, principalmente no que diz respeito a mulheres e crianças.

Na Índia, por exemplo, por mais cruel e retrógrado que isso possa parecer, as mulheres (ainda muito jovens) se tornam aptas para o casamento a partir da primeira menstruação. Isso significa que em vez de se preocuparem somente em brincar e estudar, como deveria ser na idade delas, elas já passam a arcar com responsabilidades totalmente impostas e desleais.

A Índia não é o único país onde ocorrem os terríveis matrimônios infantis, mas de fato é lá que ocorre 40% de todos esses casos no mundo.

A lei do país, no entanto, não é favorável a essa prática, mas mesmo assim os cidadãos continuam praticando os matrimônios, considerando-os parte da cultura local. O método funciona da seguinte forma: Assim que nascem, as crianças são prometidas em casamento a homens que geralmente são muito mais velhos que elas. Assim, quando elas menstruam pela primeira vez, estão prontas para a cerimônia de união. Dessa forma, centenas de infâncias são destruídas por conta de um “costume ancestral” que segue sendo aplicado em pleno século 21. Esses casamentos ocorrem principalmente em zonas rurais, onde 47% das mulheres casam-se antes de completar 18 anos.

E se você já está achando tudo isso um horror, pasme: Os matrimônios infantis ocorrem até mesmo nos Estados Unidos. Apesar das leis estadunidenses proibirem estritamente o casamento de menores de 18 anos, cada Estado possui suas próprias regras, e uma série de exceções culturais e religiosas permitem que alguns matrimônios dessa natureza ainda ocorram.

No Estado da Flórida, por exemplo, não existe uma idade mínima para se casar. Por conta disso, é possível ver casos como o de Sherry Johnson, de apenas 11 anos, que foi obrigada a se casar com seu violentador.

Infelizmente apesar de tudo isso parecer horrível para a maioria das pessoas, os matrimônios infantis não estão diminuindo, pelo menos em alguns lugares.

De acordo com a Unicef, as ocorrências de casamentos dessa natureza estão aumentando na África, por exemplo, e levará mais de 100 anos para que a prática seja totalmente eliminada da região.

Confira algumas fotos chocantes que ilustram o pavor dos casamentos infantis.

via Upsocl.

Compartilhe com seus amigos!