Para muitos casais ter uma  criança é o ponto mais alto de seus relacionamentos. Porém, enquanto muitos querem dividir suas vidas com filhos, outros preferem abandonar essas crianças em casas de doação, na porta de hospitais ou até mesmo no lixo.

Foi assim que começou a triste história da pequena Nika. Ela foi encontrada dentro de uma lixeirano Haiti e encaminhada para um hospital.

No hospital ela foi tratada pela voluntária Sarah Conque, que comenta sobre quando viu uma mulher desconhecida entrando com uma pequena criança nos braços, dizendo que havia a encontrado dentro de uma lixeira.

Mas, a verdade era muito mais obscura do parece, pois apesar desta mulher ter dito que havia encontrado a criança por acaso, as autoridades descobriram que ela mesma havia abandonado o bebê lá.

A pequena criança sofria de hidrocefalia, que é uma condição aonde os portadores sofrem com excesso de água no cérebro, e isso só piorou a situação de saúde dela.

Enquanto a mãe foi encaminhada para a prisão, a pequena Nika já passando por tratamentos foi adotada por Sarah e seu marido e foi viver em Louisiana, nos Estados Unidos.

Sarah e seu parceiro encontraram em Nika, um novo jeito de ver a vida: “É muito difícil colocar em palavras o sentimento de saber que para ela cada momento é o último. A maior parte do tempo eu penso positivo, acredito firmemente e com todo meu coração no seu futuro e no seu potencial…E eu vou lutar por isso! Luto para que todos vocês possam ver isso também!” deixou Sarah em sua rede social.

A cada foto da família podemos notar a diferença da pequena, porém ela acabou sofrendo com o abandono de maneira muito mais profunda.

Os médicos comentam que Nika já não possuía a parte do cérebro que é responsável pelo sorriso, reconhecer vozes e dar risadas. Apesar disso, Sarah diz que ela consegue ver sua filha realizar todas essas ações.

Os médicos também sempre ressaltam para os pais que Nika pode morrer repentinamente sem apresentar sintoma algum de doença.

Apesar de tudo, os pais de Nika esperam o melhor para o futuro da pequena criança, e não desistirão jamais de fazer ela feliz. Realmente uma história muito triste, mas o amor deu a esta história um final feliz.

Compartilhe com seus amigos!