Ajuda sempre é bem vinda

Encontrar pessoas com humildade está cada vez mais difícil, mas nem tudo está perdido e existem sim as exceções. Uma mulher moradora do Rio de Janeiro identificada como Danielle Recruta fez relato de um acontecimento um pouco incomum em suas redes sociais, que logo ganhou grande proporção e admiração dos internautas. Enquanto ela voltava para casa no ônibus, se deparou com a cena de um casal que estava esperando no ponto para retornar até sua residência, o fator incomum é que eles estavam com uma cama box de casal e queriam entrar com ela no transporte, o que causou alvoroço e incômodo entre os que já estavam dentro. A história contada por Danielle tem viralizado na web com milhares de curtidas e compartilhamentos.

Danielle contou que viu o casal de jovens desesperados tentando colocar a cama box dentro do ônibus e ninguém os ajudava, inclusive com cobrador e motorista reclamando da situação, quando ela se prontificou a dar aquela mãozinha. Após um pouco de esforço conseguiram finalmente colocar a cama dentro do transporte, que ficou atravessada no corredor do ônibus. No meio disso tudo ela ainda deu um recadinho para os passageiros que viram a cena sem fazer nada, apenas um senhor ajudou, dizendo que caso um dia eles precisassem, que tenha alguém presente com a mesma atitude que ela para ajudá-los.

Após o relato, muitas pessoas começaram a questionar o porquê do casal não ter pagado um frete, Danielle então, contou que o rapaz era camelô e vendia balas, que com muito sacrifício conseguiu comprar a cama e loja não fazia entrega. No final de tudo o fato tão inusitado rendeu boas risadas entre ela e o casal, e para finalizar a moça tirou uma selfie para registrar o momento incomum do dia-a-dia.

Confira a postagem e o texto completo a seguir:

“Aí estou eu, sábado, indo pra minha humilde residência, quando entra um casal de jovens com essa cama box no 12, ônibus que eu estava, a menina entrou em desespero pois a cama não podia ficar atravessada no meio do ônibus. O marido dela é camelô e o cara do frete teria cobrado R$ 100 reais pra levá-los no Jardim Catarina. Os passageiros e o motorista só sabiam reclamar, pois estava atrasando um pouco a partida do ônibus, mas isso não levou nem 5 minutos… Foi quando eu levantei e resolvi ajudar o casal a colocar a cama no corredor… Foi uma luta, uma batalha naval, mas conseguimos. A cama era de casal.

Uma das coisas que eu explanei para os passageiros reclamões foi: ‘Hoje são eles que precisam fazer esse sacrifício, causando esse transtorno de 5 minutos a todos nós, amanhã pode ser um de vocês. E eu espero que alguém tenha piedade de vocês e os ajudem’. Ajudar o próximo as vezes não custa nada, apenas uma boa vontade ou forças nos braços. De todo o ônibus que tinha vários homens, somente um senhor, um que está de boné cinza, sentado de óculos, nos ajudou… O que pra mim foi um absurdo. 😠😡

Depois de todo sacrifício eu e o casal só sabíamos rir da situação… Vamos combinar, nunca tinha visto essa cena na minha vida kkkk
Tive que fazer essa selfie kkkkk Vai que eu nunca mais veja ou partícipe dessa cena!

O casal, é da Rua 39 do Jardim Catarina….
Felicidade pra vocês.”

Compartilhe com seus amigos!